ACIARA promoveu debate entre empresários e o secretário da Fazenda do Estado do Tocantins


10 de maio de 2017
ACIARA promoveu debate entre empresários e o secretário da Fazenda do Estado do Tocantins

Atendendo a um pedido feito pela Associação Comercial e Industrial de Araguaína – ACIARA ainda no início do ano, o secretário da Fazenda do estado, Paulo Antenor de Oliveira, participou de um encontro com empresários da cidade para discutir assuntos de interesse da cidade e permitir que a classe empresarial pudesse reivindicar diretamente melhorias que beneficiarão a economia local. O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dias, também participou da reunião.

Os diretores da ACIARA iniciaram a conversa abordando a necessidade de reabertura do REFIS (programa de parcelamento de débitos), mais facilidade na abertura e fechamento de empresas, diminuição nos impostos, desburocratização de processos e a padronização de procedimentos no Estado.

Expectativas

“Ficamos muito otimistas com este encontro. O secretário assegurou que analisará todas as nossas reivindicações e agora vamos aguardar o retorno do Governo. Acreditamos que o resultado será favorável”, afirmou Antônia Lopes Gonçalves, tesoureira da ACIARA.

Os empresários aprovaram a transparência do secretário ao responder os questionamentos, conforme observou o diretor da ACIARA, Manoel de Assis. “Algumas coisas dependem de burocracia, são questões que ficam acima da alçada do secretário, mas eu gostei muito da forma clara com que ele explanou os problemas pelos quais o Estado passa”, explicou Manoel.

Reunião produtiva

Após o debate, a conversa, na avaliação dos participantes, terminou com saldo positivo. “O Secretário nos escutou e acredito que ele atenderá as nossas reivindicações, que é diminuir esse tanto de cobrança, principalmente daqueles que pagam em dia, que tem as suas empresas e que querem sobreviver no mercado”, destacou o presidente da ACIARA, Márcio Parente.

A mesma impressão foi compartilhada pelo Prefeito Ronaldo Dimas, que acredita que boa parte das solicitações será atendida. “Vi que o secretário se surpreendeu com algumas colocações do setor empresarial e, mais ainda do que isso, ele demonstrou estar bastante receptivo a essas surpresas advindas das reivindicações”, destacou o gestor.

Reuniões frequentes

Questionado sobre como irá proceder para aquecer a economia, o secretário foi direto. “Nosso objetivo é diminuir a carga tributária, não aumentar. Eu tenho que manter o diálogo com os empresários com bastante frequência, facilitando a vida da classe produtiva. As pautas apresentadas são muito importantes para o desenvolvimento de Araguaína e vamos analisá-las em sua plenitude”, disse Paulo Antenor.