Educação financeira foi tema de palestra para associados da ACIARA


22 de maio de 2019
Educação financeira foi tema de palestra para associados da ACIARA

O encontro teve como objetivo chamar atenção dos participantes sobre formas de investimentos e quais as conseqüências de não saber poupar nos dias de hoje

 A palestra “Fique no Verde” levou para todos os participantes diversas abordagens de como ficar com as contas em dia e como se planejar para imprevistos que possam surgir. O encontro foi realizado em uma parceria da Associação Comercial e Industrial de Araguaína – ACIARA com o Sicred.

De acordo com um levantamento apresentado pelo palestrante Paulo Brum,cerca de 90% da população brasileira não tem poupança.

“Hoje, depois da depressão, a educação financeira é um grande problema para muita gente, só que as pessoas não percebem isso. É cada vez mais freqüente colocar um cheque especial na sua conta salário, pagar o mínimo do cartão de crédito e são esses hábitos que nós precisamos tirar do ser humano. Mas isso não é feito de um dia para o outro, é um trabalho, é uma educação financeira”, pontuou Paulo.

A palestra abordou ainda quais são os passos para o endividado sair da conta vermelha, passar para a amarela e finalmente ficar no verde. De forma lúdica e envolvendo o público, o palestrante trouxe exemplos que são vividos na prática por cada um dos presentes, como: o valor do churrasco todo fim de semana, o dinheiro do lanche que você compra no crédito, além de outros exemplos que proporcionam prazeres momentâneos.

A advogada Laedis Sousa disse que abriu horizontes sobre educação financeira.

“Eu já tinha uma noção mais ou menos da importância de poupar e de fazer bons investimentos. Mas a palestra me mostrou exemplos na prática do meu dia a dia sobre valores que gastamos que poderiam ser investidos. Eu saio daqui hoje com uma mente bem mais clara sobre a importância de poupar pensando no meu futuro”, afirma a advogada.

Dentro da palestra, os participantes receberam um link pelo celular com perguntas sobre a sua vida financeira e o quanto ele investe do seu salário. As respostas chamaram a atenção do público que saiu do encontro afirmando que poupar é a melhor saída.