Praia Limpa, Praia Viva 2018 foca na educação ambiental infantil


4 de julho de 2018
Praia Limpa, Praia Viva 2018 foca na educação ambiental infantil

As ações aconteceram dentro das escolas municipais com o intuito de formar cidadãos mais preocupados com nossa fauna e flora

O Projeto “Praia Limpa, Praia Viva”, da Associação Comercial e Industrial de Araguaína – ACIARA, entra em sua 7° edição em 2018 com foco na promoção da educação ambiental e conscientização da comunidade sobre a importância de preservar os rios Araguaia e Tocantins, antes, durante e depois da temporada de praias. A ação principal neste ano está na educação ambiental infantil.

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria Municipal de Educação, abraçou a temática do projeto e executou as ações dentro das escolas municipais. Segundo o secretário Jocirley de Oliveira, a ideia é trabalhar o conteúdo desde cedo.

“Preservar o meio ambiente é fundamental, pois se trata da manutenção das espécies na terra. E quando o conhecimento sobre a preservação é internalizado ainda na infância e adolescência por meio do ensino, os resultados são excepcionais”.

O Praia Limpa, Praia Viva ainda conta com a parceria das prefeituras de Araguanã e Babaçulândia, e Polícia Militar. O comércio também é contemplado com as ações, que são desenvolvidas pelo SEBRAE para fortalecer as vendas no período das praias.

“Praia Limpa, Praia Viva” nas escolas

 As ações educativas já chegaram às crianças dos colégios CEI São José Operário, CEI Constantino Pacífico de Oliveira, CEI Cora Coralina, CEI Meu Castelinho, CEI Municipal José Martins dos Santos, CEI Municipal Natalina Maria de Jesus, CEI Sítio Dona Benta, Creche Mãe de Deus, Escola Municipal Dr. César Belmino, Escola Municipal Prefeito João de Sousa Lima e Escola Municipal Zeca Barros.

Segundo a diretora da ACIARA, Juliane Carneiro, o objetivo da ação nas escolas é de mudar a cultura ambiental. “As crianças são o futuro do nosso país. A partir do momento em que começamos a instruí-las sobre a importância de proteger o meio ambiente, moldamos novas consciências para a preservação ambiental. No futuro, teremos rios e praias mais limpas e preservadas”, explicou Juliane.

Educação ambiental começa cedo

Os pequeninos aprenderam de forma lúdica, por meio da confecção de cartazes, pesquisa, teatro e com vídeos, formas de cuidar dos rios e praias da região, que não se deve jogar restos de comida no rio, que o lixo pode ser reciclado e que para isso a coleta seletiva é muito importante.

Aprenderam também que tudo o que escutaram em sala de aula deve ser compartilhado com os pais e vizinhos, multiplicando assim as ações de proteção ao meio ambiente.

E para provar que aprenderam bem a lição, uma das ações junto aos alunos foi uma panfletagem com os frequentadores do Parque Cimba.