Turismo na região norte foi tema de palestra para empresários de Araguaína


31 de maio de 2019
Turismo na região norte foi tema de palestra para empresários de Araguaína

O minicurso faz parte da parceria entre a ACIARA E A UFT

O crescimento do turismo em Araguaína e as necessidades do setor foram os temas da palestra realizada pela Associação Comercial e Industrial de Araguaína (ACIARA) em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT).  O minicurso aconteceu na última quinta-feira, dia 30, no auditório da ACIARA.

De acordo com a professora doutora do curso de Turismo da UFT, Simone Calisto Fortes, o tema o tema deve ter as discussões ampliadas por todos os segmentos  da cidade.

“Hoje, quando falamos em turismo, o que vem a cabeça? Pesquisa, indicações e tudo pela internet. O que nós percebemos é que Araguaína não está na internet. O ideal é que o assunto seja abordado pela rede de hotelaria, restaurantes e também de artesãos, precisamos dar uma identidade para a nossa cidade e mostrar todos os nossos potenciais dentro da era da tecnologia”, destacou a professora.

Dentro do encontro foi apresentado um levantamento do curso de Turismo da UFT sobre a região turística situada entre os rios Araguaia e Tocantins, a importância das festas agropecuárias na região e a força econômica de Araguaína.

A coordenadora administrativa da Secretaria de Meio Ambiente de Babaçulândia, Adryelly Valadares, considerou o mini curso um encontro bastante importante para alavancar o turismo da região.

“O município de Araguaína é base para o turismo de Babaçulândia, tudo passa por aqui. Na cidade tem o aeroporto, grandes hotéis, grandes restaurantes, entre outros recursos. Então, quando falamos em turismo para a região, precisamos destacar essa parceria. Por isso o treinamento serviu para abrir novas ideias de turismo na nossa região”.

Segundo a palestrante, oito municípios do Tocantins estão nas categorias A, B e C de concentração do fluxo de turistas domésticos e internacionais, entre eles Palmas, Araguaína, Porto Nacional e Gurupi.

Para a diretora do Hotel Relicário, Kátia Neves, os levantamentos apresentados na palestra serviram para entender um pouco sobre as programações e pontos turísticos da região norte e extremo norte do Estado.

“Eu tive a oportunidade de entender um pouco mais sobre o turismo regional e principalmente da nossa região, muita coisa eu não conhecia. Quando desenvolvemos o turismo local, valorizamos toda uma cadeia, e parte dela é a rede de hotéis, que vem passando por alguns altos e baixos. Nós recebemos turistas de negócios e nós precisamos investir mais em turismo durante todo o ano”, finaliza.